4 coisas que um contador pode fazer por sua empresa

Tema(s): Contabilidade

A saúde financeira é um dos aspectos mais importantes para a sobrevivência de uma micro ou pequena empresa. Mas o dia a dia não é fácil: afinal, quem é empresário no Brasil conhece bem a complexidade da burocracia existente no país e a quantidade de obrigações tributárias, financeiras e trabalhistas que é preciso cumprir. Assim, é fundamental estar bem amparado nessas decisões, para não perder dinheiro e nem colocar a empresa em risco.

Pequenas e microempresas não precisam legalmente manter um contador entre seus funcionários fixos, mas podem se beneficiar – e muito! – de um profissional do ramo auxiliando nas decisões financeiras, tanto nas do dia a dia como nas mais estratégicas.

Empresa terceirizada ou profissional contratado?

Se a sua expectativa quanto ao trabalho de um contador é apenas o registro legal das operações e o recolhimento dos impostos devidos, a melhor opção é contratar um escritório contábil, que sai mais barato e não gera compromissos trabalhistas. Agora, se você quer contar com um profissional que pode lhe auxiliar na tomada de decisões estratégicas de sua empresa, considere contratar um contador para o seu quadro fixo de funcionários.

Quer saber por quê? Veja o que um contador pode fazer pela sua empresa!

Planejamento na abertura

Algumas decisões tomadas aqui serão fundamentais para o sucesso da empresa. Outras são de escopo legal: se não forem cumpridas, a organização pode ser multada ou sofrer sanções previstas na legislação. Isso porque a escolha do regime tributário, a constituição societária e o tipo jurídico, por exemplo, dependem de aspectos tão diversos como previsão de faturamento e até o tipo de atividade que será desenvolvida pela empresa. Nesse caso, o contador é a pessoa ideal para indicar o melhor caminho a ser percorrido.

Planejamento e organização financeira da empresa

Além da gestão do dia a dia, da organização financeira da empresa – gerir o fluxo de caixa, contas a pagar e receber, orçamentos – e da anotação legal de toda essa movimentação (obrigatória para fins fiscais, dependendo do regime de tributação que foi escolhido pela organização), o contador pode atuar também na realização de um planejamento financeiro estratégico, auxiliando os gestores na hora de investir o dinheiro da empresa e alertando sobre possíveis mudanças na legislação (que podem se apresentar tanto como ameaças quanto como oportunidades!).

Gestão das obrigações legais (trabalhistas, tributárias, financeiras)

Diante da complexidade da legislação tributária brasileira, aqui é onde o contador se mostra ainda mais fundamental. Afinal, não é fácil gerir sozinho a imensa quantidade de tributos e impostos a serem pagos ou elaborar o imposto de renda, por exemplo. Profundo conhecedor da legislação tributária e trabalhista brasileira, o profissional orienta quanto ao recolhimento das obrigações tributárias legais oriundas das operações trabalhistas e financeiras da empresa. Para quem não quer ter problemas com o fisco, essa ajuda é essencial.

Análise de desempenho

Ser capaz de antecipar tendências é um diferencial na sobrevivência das organizações. Como está atento a movimentação financeira e também ao mercado externo e à legislação vigente, o contador pode auxiliar o gestor na análise de desempenho e, consequentemente, na tomada de decisões estratégicas, como a de expandir a empresa, retirar um produto de linha ou contratar mais funcionários, por exemplo.

Viu quantas coisas o contador pode fazer pela sua empresa? Ainda tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário!