Capital semente: o adubo para o seu negócio florescer

Tempo de leitura: 7 minutos
Tema(s): Empreendedorismo, Financiamento
capital semente

No Brasil, existem diferentes modalidades de investimentos em empresas nascentes, muitos dos quais são venture capital, ou seja, capital de risco, porque não há garantias de que esse dinheiro irá retornar para o investidor. Investidores de risco podem entrar em diversas etapas de desenvolvimento de um negócio: quando este é apenas uma ideia; quando já está iniciando as operações ou, ainda, quando está em fase de crescimento e expansão. Um exemplo é o investimento anjo, que abordamos no artigo anterior, e o capital semente, ou seed money, sobre o qual vamos falar agora. Se interessou?  Então continue com a gente… leia mais

Continue lendo...

Conheça as principais modalidades de empréstimo para você expandir a sua empresa

Tempo de leitura: 8 minutos
Tema(s): Empreendedorismo, empréstimo, Financeiro
Conheça as principais modalidades de empréstimo para você expandir a sua empresa

Normalmente, ao se abrir uma empresa ou expandir determinado negócio, é necessário fazer algum tipo de investimento, seja em capacitação, compra de materiais, equipamentos,  reformas do espaço etc. Mas nem sempre o empreendedor dispõe dessa verba logo de cara. E se nem a família e nem os amigos podem ajudar, acaba sendo necessário recorrer a empréstimos em banco. Mas será que vale a pena? Empréstimo e financiamento são a mesma coisa? Quais são as principais formas de empréstimo e financiamento que existem? Para responder essas e outras dúvidas, preparamos uma série de artigos sobre assunto. E para iniciar a série,… leia mais

Continue lendo...

De desempregado a microempresário: crie você mesmo a empresa onde gostaria de trabalhar (Parte IV)

Tempo de leitura: 7 minutos
Tema(s): Abrir empresa, Empreendedorismo
Razão Social, Nome Fantasia e Marca: entenda a diferença entre eles!

Razão Social, Nome Fantasia e Marca: entenda a diferença entre eles! Na quarta parte da nossa série “De desempregado a microempresário”, vamos falar sobre um tema que ainda gera confusão entre muitas pessoas: a diferença entre razão social, nome fantasia e marca. Nos artigos anteriores, explicamos como um freelancer pode se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI) e depois como Microempresa (ME). Se você ainda não leu, acesse: Parte I- Freelancer: o começo da jornada Parte II- MEI: um grande passo para a formalização do freelancer Parte III- De MEI a ME: criando a sua própria microempresa Se você, assim como o nosso personagem… leia mais

Continue lendo...

De desempregado a microempresário: crie você mesmo a empresa onde gostaria de trabalhar! (Parte III)

Tempo de leitura: 9 minutos
Tema(s): Abrir empresa, Contabilidade Online, Empreendedorismo, ME, MEI
De MEI a ME: criando a sua própria microempresa

De MEI a ME: criando a sua própria microempresa   Nos artigos anteriores da série “De desempregado a microempresário”, falamos sobre como uma pessoa que está desempregada pode se reerguer profissionalmente atuando como freelancer e se formalizando como MEI (Microempreendedor Individual). Se você ainda não leu, acesse: Parte I- Freelancer: o começo da jornada Parte II- MEI: um grande passo para a formalização do freelancer Dando prosseguimento à história do nosso personagem Mariano, após se formalizar como MEI, ele começou também a prestar serviço para escolas e empresas como produtor de eventos infantis. O negócio cresceu tanto que, depois de… leia mais

Continue lendo...

De desempregado a microempresário: crie você mesmo a empresa onde gostaria de trabalhar! (Parte II)

Tempo de leitura: 5 minutos
Tema(s): Empreendedorismo
MEI: um grande passo para a formalização do freelancer

 MEI: um grande passo para a formalização do freelancer   Se você tem uma excelente qualificação, mas está sem crachá há um certo tempo, saiba que, além da carteira assinada, há muitos outros caminhos para você decolar profissionalmente. No artigo anterior, falamos sobre como uma pessoa desempregada pode se tornar um freelancer de sucesso. Se você ainda não leu, acesse: Parte I- Freelancer: o começo da jornada Relembrando um pouco a história que narramos no artigo anterior: Mariano trabalhava como analista de comunicação e marketing de um grande buffet infantil, mas depois de três anos, foi demitido. Sem conseguir um… leia mais

Continue lendo...

De desempregado a microempresário: crie você mesmo a empresa onde gostaria de trabalhar! (Parte I)

Tempo de leitura: 6 minutos
Tema(s): Empreendedorismo
Freelancer: o começo da jornada

Freelancer: o começo da jornada Mariano trabalhava em um buffet infantil de grande porte, como analista de comunicação e marketing, e ganhava um salário acima da média. Depois de três anos com carteira assinada, foi demitido. Mariano utilizou o FGTS e o seguro-desemprego para pagar as contas, viajar, descansar e depois de um certo tempo, voltou a procurar emprego. Entregou currículos em diversas empresas, se inscreveu em sites de busca de vagas, mas quando surgia alguma oportunidade, o perfil buscado era de estagiário.  Às vezes ele era chamado para algumas entrevistas, mas logo depois do processo seletivo, ou não obtinha… leia mais

Continue lendo...