Como e onde buscar investimentos para o meu negócio?

Tema(s): Empreendedorismo, Lucro Presumido, Marketing, Simples Nacional

O objetivo de uma empresa é crescer, seja pelo número de clientes ou pelo faturamento. Empreendedor algum cria um negócio pensando na falência, ainda que esse seja o destino da maioria das empresas que surgem diariamente no Brasil. Desenvolver um negócio é uma tarefa complexa que muitas vezes não depende apenas da força de vontade das pessoas envolvidas, mas também da aceitação do mercado ao produto ou serviço, das estratégias de marketing e, claro, do dinheiro disponível para investir em pessoas, recursos e aquisição de usuários.

Neste ponto, muitas empresas, principalmente na fase iniciante, buscam investidores para conseguir capital capaz de acelerar o negócio e se tornar independente. Com o avanço do empreendedorismo nos últimos anos, esse tipo de sociedade tornou-se comum e há cada vez mais dinheiro disponível para empresas com bons projetos.

Mas quando é o melhor momento para se buscar investimento? Onde e como conseguí-los? Ao longo do artigo responderemos essas três questões.

O melhor momento para buscar investimentos

Na verdade, o empreendedor pode buscá-lo em qualquer etapa da sua empresa, não há uma regra. Porém, há um certo consenso entre investidores sobre a hora de se investir numa empresa.

Em geral, o empreendedor terá mais chances de conseguir dinheiro quando sua empresa já possui clientes. Ter pessoas pagando pelo seu produto ou serviço pode ser um indício de que o modelo de negócios é bem aceito e pode dar certo, dando mais tranquilidade ao investidor sobre a capacidade da empresa. Ou seja, ter um modelo de negócio validado reduz os riscos de um investimento.

Assim, o ideal é que você busque seus primeiros clientes sem um investidor, para depois montar um plano mais concreto e sair em busca de capital.

Onde buscar investimento

Buscar investimento é uma tarefa que pode ser dividida em fases, de acordo com o tamanho da empresa. No início, busca-se com investidores menores, como investidores-anjo, ou até mesmo entre familiares. É aquele dinheiro vindo de pessoas que apostam mais no time do que propriamente no projeto. Esse tipo de investidor pode ser encontrado dentro de aceleradoras ou mesmo no seu círculo de contatos, já que muitos desses investimentos vem da confiança na capacidade de execução do time.

Com alguma tração já é possível buscar capital em fundos um pouco maiores. Esse capital é conhecido como seed money, algo como “capital semente”. Serve para que o empreendedor descubra seu modelo de negócios e ganhe alguma escalabilidade. Ao contrário dos investidores-anjo, esse tipo de investimento costuma ser mais profissional. Ou seja, o empreendedor terá que marcar reuniões com fundos, apresentar um projeto, mostrar planilhas e um plano de negócios.

Passado esse estágio, busca-se um series A. Series A são investimentos maiores, na casa dos milhões, para profissionalizar a empresa, escalar o negócio e expandi-lo, seja na forma de aquisição de empresas menores ou na criação de uma estratégia de marketing mais agressiva. Neste ponto a participação do empreendedor ainda é fundamental, mas esse tipo de negociação muitas vezes acontece entre os investidores que entraram com seed money, já que a rede de contatos e seu histórico de startups “pesa” num acordo maior.

Como conseguir investimento

Também não há uma receita sobre como conseguir investimento. Porém, é possível dar algumas dicas que ajudem no processo. Investidores gastam boa parte da avaliação de um negócio entendendo as aptidões do time. Desde onde trabalharam até porque decidiram fundar uma empresa. Quando for criar o material do seu negócio lembre-se de incluir essas informações.

Se sua empresa já possui clientes, inclua planilhas de custos de aquisição, faturamento e margem de lucro. Também explique quais são seus planos para crescer e como o dinheiro será aplicado. Mantenha os pés no chão. Frases do tipo “queremos 1% de um mercado bilionário” ou “teremos mais tração que o Google” costumam afugentar investidores.

Conseguir capital para o seu negócio pode ser tão trabalhoso quanto fundá-lo. Isso significa que você terá de testar abordagens e propostas diferentes até alcançar um modelo de apresentação que seja atraente para investidores. Ouvir um não, faz parte dessa jornada e você não deve desistir até alcançar seu objetivo: ver sua empresa crescer.