Sua empresa está no vermelho? 6 dicas para sair dessa!

Tema(s): Financeiro

O mercado está cada vez mais agressivo e é comum que gestores de empresas acabem surpreendidos com o fechamento dos gastos no final do mês. No entanto, quando um negócio fica no vermelho não há hora para o desespero.

Não desista do jogo. Antes de tomar qualquer decisão, é preciso refletir, entender a necessidade de mudar e quais são as consequências dessa mudança. Lembre-se que estratégia é fundamental para encontrar soluções inteligentes para os desafios postos para a sua empresa.

Sair do vermelho pode parecer muito difícil. Exige esforço e alguns sacrifícios não só da administrarão da empresa, mas de todos os funcionários. No entanto, existem formas de se economizar recursos e pensar em estratégias, não só para sair da situação negativa, mas para aprimorar a forma que você pensa o seu negócio.

Releia todos os gastos

Para saber como solucionar um problema, precisamos primeiro identificá-lo, dar um nome a ele e ter certeza do que ele é e do que ele atinge. A primeira coisa, portanto, a se fazer é juntar sua equipe e começar a revisar todas as despesas dos últimos meses.

Não é só conferir os valores gastos, mas saber o porquê deles terem sido gastos e se essas despesas podem ser reduzidas ou se são mesmo necessárias. Eventualmente nos acostumamos com a rotina diária de trabalho e são raras as vezes que podemos parar e refletir com calma sobre as decisões que tomamos.

Rever as dívidas pode ser uma forma eficiente de entender que trajetória estamos levando nosso negócio. Tome esse tempo como uma oportunidade de conhecer ainda mais as necessidades da sua companhia.

Fixe metas para o futuro

Agora que você já conhece a origem de alguns dos seus problemas financeiros e das suas despesas, é hora de pensar: “aonde eu quero chegar com minha empresa?” Estabeleça uma situação ideal, pense em qual valor seria um mínimo seguro para fechar o mês do seu negócio.

É mais fácil tomar decisões quando se tem um objetivo claro na mente. Um gestor com um propósito está mais apto a fazer escolhas sábias ao pensar, por exemplo, quais são os cortes e investimentos mais adequados, no momento, para a empresa.

Crie pequenos hábitos entre funcionários

Existem maneiras bastante simples de se economizar dinheiro e recursos dentro de uma empresa. Hábitos como economizar papel ou manter documentos em forma digitalizada não só evitam gastos desnecessários, mas também podem facilitar o trabalho dos seus subordinados.

Mostre o exemplo aos seus funcionários e explique como essas medidas podem ser benéficas para todos da empresa. Evitar uso desnecessário de ligações ou até, simplesmente, apagar luzes em locais aonde não há necessidade pode ser uma ótima forma de reduzir as despesas do mês, mas só fará diferença se todos participarem.

Pense em qualidade, não quantidade

Uma das medidas mais comuns e mais difíceis de ser adotada é a redução do corpo de funcionários. No entanto, uma demissão pode trazer um custo ainda maior para uma empresa que já está no vermelho. Você, como gestor que está preocupado com o futuro seu negócio, vai querer pensar duas vezes antes de tomar essa decisão.

Avalie o desempenho da sua equipe. Existe alguma forma de melhorar a performance dos seus funcionários? Talvez algum setor da sua empresa está trabalhando com uma carga horária excessiva e, ao reduzir esse tempo, é possível que a produtividade de cada um aumente.

Pense em formas que não só vão custar pouco, mas garantirão que você tenha um maior retorno dos seus subordinados. Tente escutar as necessidades particulares da sua equipe e faça que o ambiente de trabalho seja um local onde todos se sintam incentivados.

Negocie dívidas e despesas

Se aproxime dos seus fornecedores. Marque reuniões e tente renegociar acordos, oferecendo novos benefícios ao mesmo tempo que pede uma redução dos custos de alguns recursos. Mostre que sua empresa está disposta a fazer um diálogo em que as duas partes saiam beneficiadas.

A mesma coisa funciona com dívidas. Mesmo se tratando de uma situação mais frágil, considere se é possível renegociar uma dívida ou manter algum acordo legal com os cobradores. Tente se favorecer ao máximo da situação negativa e planeje com cuidado, sempre tentando prever o momento em que sua empresa vai finalmente sanar todas as despesas.

Invista no que traz retorno

Pense no futuro da sua empresa e procure soluções possam proteger contra riscos financeiros no futuro. O mais adequado para gestores em situação negativa é procurar por especialistas em contabilidade.

Contrate uma empresa que faça um trabalho acessível e planeje, junto com você, uma nova realidade financeira. Ter um apoio de contabilidade pode te garantir uma segurança na administração dos seus recursos e definitivamente é um investimento para a reputação do seu negócio.

Tem mais alguma dúvida sobre redução de custos? Deixe o seu comentário e comece a planejar o seu negócio!