De desempregado a microempresário: crie você mesmo a empresa onde gostaria de trabalhar! (Parte I)

Tema(s): Empreendedorismo

Freelancer: o começo da jornada Mariano trabalhava em um buffet infantil de grande porte, como analista de comunicação e marketing, e ganhava um salário acima da média. Depois de três anos com carteira assinada, foi demitido. Mariano utilizou o FGTS e o seguro-desemprego para pagar as contas, viajar, descansar e depois de um certo tempo, voltou a procurar emprego. Entregou currículos em diversas empresas, se inscreveu em sites de busca de vagas, mas quando surgia alguma oportunidade, o perfil buscado era de estagiário.  Às vezes ele era chamado para algumas entrevistas, mas logo depois do processo seletivo, ou não obtinha… leia mais

Continue lendo...