5 dicas de como não sofrer com a Reforma da Previdência

Tempo de leitura: 8 minutos
Tema(s): Contabilidade Online, Empreendedorismo

Você ficou um tanto receoso, quanto aos impactos que a reforma previdenciária poderá lhe trazer?

Muito se comenta a respeito desse assunto, mas pouco se sabe sobre as suas consequências reais. Até porque as variáveis são inúmeras.

No entanto, uma pergunta é necessária para definir o seu futuro: qual a melhor forma de lidar com esse assunto?

Vivemos uma fase de mudanças, onde aquele que busca prever situações como essa necessita de informações de qualidade, para tal.

Logo, os principais pontos que trataremos hoje estão ligados à mentalidade empreendedora necessária para esse atual contexto.

Você está preparado para revolucionar a sua jornada, nessa etapa tão importante para os brasileiros?

Aperte o cinto, pois a Agilize irá ajudá-lo a chegar ao tão sonhado patamar da liberdade financeira, visto que o nosso maior objetivo é agregar valor para você.

Então atente-se a cada dica que colocamos nesse artigo. Isso vai conferir o poder transformador que lhe possibilitará tranquilidade e consistência, quando o assunto se tratar de reforma da previdência.

Deixamos a seguir os tópicos que serão imprescindíveis para que possa tomar as melhores decisões e não sofrer com as incertezas da reforma:

Entenda a Reforma da Previdência

O brasileiro tem envelhecido cada vez mais. Se por um lado o aumento da expectativa de vida é algo bom, por outro, no que se refere ao atual modelo da previdência, carece de uma análise pormenorizada para que a melhor decisão seja tomada e o país, de uma forma geral, ganhe com isso.

Só em 2018, o rombo na previdência foi de R$ 194 bilhões. O antigo modelo não comporta mais o atual contexto vivido pelos brasileiros.

Para não ser pego desprevenido com as mudanças que podem acontecer é que você, empreendedor, necessita entendê-las.

Então, vamos lá!

Inicialmente, para as mudanças entrarem em vigor ainda necessitarão da aprovação do texto-base em 2 turnos na Câmara e 2 no Senado. No entanto, como costumamos reforçar aqui no blog, você bem sabe: quem se planeja sai na frente. Por isso, de antemão, vamos trabalhar com as possibilidades atuais e ficar de olho no que advir.

Vamos focar naquilo que é mais importante para você!

Idade-mínima

A aposentadoria para os homens, no que se refere a idade-mínima, será de 65 anos e para as mulheres 62 anos. Sendo que para o homens o tempo de contribuição para aposentar-se será de 35 anos, já as mulheres 30 anos.

Para aqueles que estão em transição, a idade-mínima subirá aos poucos. A idade inicial para homens é de 61 e para mulheres 56, no entanto haverá acréscimo de 6 meses por ano. Por exemplo: em 2021 a idade para os homens será de 62 e mulheres 57.

Regras de Transição

Aquele que já contribuiu para a previdência fará parte das regras de transição. De uma forma geral são 3 as opções:

  • Sistema de Pontos
  • Tempo de Contribuição (deve-se respeitar a idade-mínima)
  • Pedágio de 100%

Sistema de Pontos

Muito similar ao atual sistema 86/96. Tanto o homem, quanto a mulher, deverá somar o tempo de contribuição, que deve ser de 30 anos (mulheres) ou 35 (homens) mais a idade atual.

Neste ano (2019) poderá se aposentar aos 86 pontos (mulher) e 96 pontos (homens). Anualmente acrescenta-se mais 1 ponto para ambos sexos, até o limite que é de 100 para as mulheres e 105 para homens.

Tempo de Contribuição

Homens irão se aposentar aos 65 anos e mulheres aos 62. Os homens terão que contribuir com 20 anos, agora, não mais os 15, já as mulheres foram mantidos os 15 anos, mesmo.

Haverá regras de transição, tempo de contribuição e “escada” para elevar a idade, em 2023, até chegar aos 62 anos para as mulheres.

Pedágio de 100%

Desde que cumprida a idade-mínima (57 para mulheres e 60 para homens), aquele que faltar 4 anos para se aposentar pelas regras atuais deverá trabalhar por mais 4 anos (4 anos + 100%)

É necessário que homens tenham contribuído por 35 anos e mulheres por 30 anos. Há de se cumprir a idade mínima que, aos poucos, sobe até chegar aos 62 (mulheres) e 65 (homens).

Observação: para aquelas pessoas que faltam apenas 2 anos para se aposentar, a cada 1 ano, ela terá que trabalhar 1 ano e meio, conforme o Pedágio de 50%. Logo, se faltam 2 anos, pela nova regra, terá que trabalhar por 3 anos.

Se você estiver a se perguntar se será possível acumular benefícios, vamos lá!

No benefício de menor valor haverá um corte, quando houver acúmulo, escalonado por faixa de renda.

No caso de Médicos e Professores, o mesmos poderão acumular 2 aposentadorias em regimes diferentes, mas ficam sujeitos a cortes no acúmulo de aposentadoria com pensão.

Curioso para saber como será calculada a aposentadoria?

Quem contribuir por 40 anos receberá o teto do INSS. Se contribuir apenas 20 anos, receberá 60% do valor. A cada ano de contribuição há o acréscimo de 2%, até completar 100%, aos 40 anos. O piso será mantido (1 salário mínimo).

Haverá uma mudança no cálculo do benefício: a média de todas as contribuições será considerada, sem descartar as 20% menores.

Preparado para conhecer quais serão as novas alíquotas?

Os novos percentuais do INSS serão de 7,5% à 14%. Serão progressivas, como no Imposto de Renda. Cada fatia do salário pagará uma alíquota. Aquele que ultrapassar o teto do INSS contribuirá só até a parte do salário que se refere ao limite.

E aí, percebeu o quanto é importante para você manter-se atualizado, quanto às mudanças que estão para acontecer na reforma da previdência?

Uma recomendação: assine a nossa newsletter para manter-se atualizado, sempre.

Nós da Agilize estamos sempre prontos para atualizá-lo, referente aquilo que agregará valor para o seu negócio.

Conte conosco!

Escolha uma contabilidade movida por facilidades. Conheça a Agilize


Contabilidade completa – Cuidamos de todas as suas obrigações contábeis
Atendimento excelente – Telefone, chat ou e-mail
Tudo pela internet – Emita notas fiscais e acompanhe tudo no nosso aplicativo financeiro gratuito

Quero receber uma proposta

Empreendedor, reflita sobre isto, já!

Conforme Carol Dweck, escritora do best-seller “Mindset: a nova psicologia para o sucesso,” numa pesquisa utilizada como referência em seu livro, revela que crianças com visão a longo prazo obtiveram sucesso nas suas vidas, 40 anos depois, enquanto aquelas que tiveram uma visão a curto prazo, não.

Interessante, né?

Será que você já entendeu o que quero dizer?

O brasileiro carece de educação financeira, ainda. É óbvio que, com o fenômeno democrático da globalização, essa realidade tende a melhorar a cada ano. No entanto há muito o que ser feito nessa questão. Por isso, atentar-se para esse assunto será definidor para você.

Vou lhe contar um dado importantíssimo para sua reflexão: segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), 40% dos brasileiros não poupam nada por mês, apenas 10% separam parte para poupança.

Percebeu a importância de se cultivar o hábito da educação financeira, na sua vida?

Notou o quanto isso impactará seu futuro e o da sua empresa?

De forma macro consegue perceber o quanto isso acaba por influenciar a cultura de uma nação e, consequentemente, a sua realidade socioeconômica?

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio (CNC), 59,1% das famílias brasileiras estavam endividadas, em dados levantados em maio de 2018.

Imagine o quanto esse assunto é responsável, em grande parte, por definir a sua vida.

Aposto que deseja fazer parte da minoria que busca fazer diferente, correto?

Por isso, foi por pensar em você que a Agilize preparou 2 artigos que lhe ajudarão a construir tanto a mentalidade, quanto os hábitos financeiros necessários para mudar essa realidade, e, assim fazer parte dessa minoria que busca se libertar financeiramente:

Você deve estar a se perguntar: mas qual a relação disso com a reforma da previdência?

Pois saiba que a sua educação financeira será preponderante para o seu resultado positivo, independente da diretriz da reforma.

Você sabia que há opções de investimentos seguros que podem lhe render muito mais do que a previdência proposta pelo Estado?

Você pode ter uma vida muito melhor, se buscar o conhecimento e a ajuda correta que irão lhe possibilitar isso.

Aprender sobre o como investir, quais as suas melhores opções, no que se refere a montar a sua aposentadoria, definirá a qualidade do seu futuro.

Por isso fazemos questão de frisar esse ponto.

Ao organizar-se financeiramente, consciente do seu perfil, suas metas e objetivos, tudo em consonância com seu sonho, seu próximo passo será a inteligência financeira. Isso lhe possibilitará o conhecimento necessário para tomar as melhores decisões e obter o máximo de retorno financeiro delas.

Observação: eu poderia dizer que um investimento é melhor do que o outro, mas isso partiria do meu ponto de vista. Logo é interessante que você adquira autonomia e pense por si próprio, sobre aquilo que se adequa melhor a sua realidade e perfil.

Reflita sobre esse assunto, já!

Não se permita definir pela mediocridade. Seja um agente transformador, protagonista da sua realidade.

Ninguém pode definir você, muito menos o Estado!

Qual o impacto da Reforma, no pró-labore?

Você sabe o que é o “pró-labore” e quais mudanças que ocorrerão com o mesmo?

“Pró-labore” significa “pelo labor.” É o valor recebido pelo trabalho realizado.

Você, empreendedor, dono/sócio de uma micro, pequena ou média empresa, que recebe um valor “pelo trabalho,” precisa saber das novas alíquotas progressivas que incidirão com a reforma da previdência.

Cada faixa salarial pagará uma alíquota diferente cuja variação vai de 7,5% à 14%, no que se refere ao setor privado.

A primeira faixa vai até um salário mínimo (R$ 998,00), nesse caso, a alíquota será menor, 7,8%.

Na segunda faixa, o valor vai do piso nacional até R$ 2000,00. Nesse caso, a cobrança será de 9%.

Na terceira faixa, que vai de R$ 2000,00 à R$ 3000,00 a alíquota será de 12%.

Por último, entre R$ 3000,00 e o teto do INSS (R$ 5839,45), a cobrança será de 14%.

Para aqueles que possuem salário acima do teto do INSS, contribuirão com R$ 682,54, segundo a alíquota efetiva. Isso por conta da tabela progressiva.

Uma observação: busque inteirar-se sobre as alíquotas efetivas!

Curioso para saber quando essa mudança entrará em vigor?

Não haverá regra de transição nesse caso. Aprovada a reforma da previdência, após 90 dias, essas regras já começam a valer.

Aprenda a otimizar-se financeiramente, com consistência

Preparado para as dicas rápidas de como você poderá construir consistência, a longo prazo, e obter sucesso, quando decidir aposentar-se?

Empreendedor, organize a sua vida financeira!

A Agilize dispõe de diversos artigos que poderão lhe ajudar a construir esse hábito e impactar não só a sua empresa, mas a sua vida como um todo.

É necessário que você tenha todas as suas notas fiscais organizadas, que realize conciliação bancária, que disponha de um serviço que possa agregar valor, ao informá-lo sobre o regime tributário que se adequa melhor para sua empresa.

Isso sem falar de uma gestão financeira que possibilite uma tomada de decisão efetiva.

Consegue imaginar o impacto disso na sua vida?

E se eu lhe disser que tudo isso está a sua disposição, e o melhor, em apenas um clique?

Não é maravilhoso?

Conhece os serviços da Agilize?

Conheça os seus gastos e preveja o futuro!

Ao possuir um controle de gastos você terá o poder de transformar a sua vida, drasticamente.

Você sabia que, em média, ao aposentar-se, uma pessoa necessita de cerca de 70% do que costumava gastar para viver?

Por exemplo, isso ocorre porque os gastos com a educação dos filhos reduz absurdamente.

Não deixe para depois, o que você deve fazer hoje!

Controle seus gastos!

Separe uma porcentagem da sua renda, assim que recebê-la!

Segundo especialistas, o ideal é que você separe no mínimo 10% do seu salário para que, futuramente, possa aposentar-se.

No entanto, como disse: no mínimo.

O ideal é que você separe cada vez mais.

Conheço pessoas que conseguiram adaptar a sua vida para poupar 40% do salário. Mas tudo depende do seu perfil, a quantia aproximada com a qual você pretende viver e o tempo que espera para montar uma renda passiva que lhe proporcione isso.

Aproveito para deixar um artigo que poderá lhe ajudar a compreender melhor o processo do como investir: Domine a Renda Fixa e impacte positivamente as suas finanças

Agilize seus sonhos, hoje!

Reitero: não perca seu tempo, hoje, ao deixar para fazer aquilo que transformará a sua vida, amanhã.

Instrua-se, busque educar-se financeiramente e cerque-se das ferramentas que irão lhe possibilitar alcançar os sonhos que tanto almeja.

Para isso, é necessário aliar-se àquilo que agregará valor para você, consequentemente, para sua empresa e clientes.

Se deseja mudanças sem sofrimentos, sem quaisquer consequências advindas da reforma da previdência, inicialmente, essa transformação deverá partir de você mesmo, suas crenças, seu mindset.

Você deverá cercar-se de quem lhe quer bem.

Conte com a Agilize!

Escolha uma contabilidade movida por facilidades. Conheça a Agilize


Contabilidade completa – Cuidamos de todas as suas obrigações contábeis
Atendimento excelente – Telefone, chat ou e-mail
Tudo pela internet – Emita notas fiscais e acompanhe tudo no nosso aplicativo financeiro gratuito

Quero receber uma proposta

Gostou do nosso artigo?

Deixe um comentário, logo abaixo!

Já assinou a nossa newsletter, né?

Aproveite e siga-nos nas redes sociais!

Leia também:

Sobre o Autor

Conte-nos o que achou!