Conheça os 5 piores erros que o seu contador pode cometer

Tempo de leitura: 3 minutos
Tema(s): Contabilidade, Contabilidade Online, Fiscal, Lucro Presumido, Simples Nacional

A contabilidade, assim como muitas outras ciências sociais, requer dos profissionais uma constante e exaustiva atualização. Se não bastasse as mudanças quase rotineiras na legislação tributária brasileira, existem casos em que até mesmo os próprios princípios contábeis são reavaliados, fora as constantes inovações técnicas e tecnológicas. É preciso, portanto, que os contadores sejam proativos, e busquem por eles mesmos a renovação.

No entanto, é preciso reforçar que a contabilidade é um dos principais pilares da empresa, e que qualquer erro cometido por um contador pode impactar negativamente não só nas análises e demonstrações contábeis, como também nas próprias decisões feitas pela gestão. Por isso, resolvemos abordar nesse post os principais erros que não podem ser cometidos por contadores. Vamos conferir!

Ignorar os princípios contábeis

Apesar de muitos contadores estarem cientes dos princípios contábeis, muitas vezes acabam ignorando esses pilares de conduta por conta de uma pressão interna para apresentarem seus demonstrativos com velocidade. Quando fazem isso, acabam cometendo erros básicos, como a supervalorização dos ativos, que representa a violação do princípio da prudência, ou o atendimento de receitas e despesas pelo regime de caixa, e não de competência, conforme é indicado a todos.

Esses erros certamente impactarão diretamente nos demonstrativos e podem fazer com que a empresa tenha impressões erradas sobre o seu patrimônio, levando-a a tomar decisões erradas. Em outras palavras, esses erros podem levar o negócio à ruína, fora os possíveis conflitos com os padrões estabelecidos pelo fisco.

Desatualização nas questões tributárias

Essa situação é mais comum do que se imagina. Existem muitos contadores que se limitam a fazer balanços patrimoniais e demonstrações contábeis sem se preocupar, no entanto, em buscar uma atualização a respeito da legislação tributária vigente. Não são raros os casos em que as empresas perdem isenções ou facilidades por conta dessa desatenção.

Não que o contador precise se tornar um tributarista, porém, é fundamental que esteja atento às novas jurisprudências e leis do segmento onde trabalha, para que informe a gestão sobre as melhores práticas internas.

Não recomendar a criação de reservas de capital

Claro que, muitas vezes, as empresas estão totalmente comprometidas com o pagamento de suas obrigações no passivo. De toda forma, é fundamental que o contador assuma uma postura mais rígida e indique os pontos positivos de se criar reservas de capital dentro da empresa.

A reserva de contingência, por exemplo, pode ser fundamental para que a gestão não seja pega de surpresa por potenciais despesas, como no caso de processos judiciais movidos contra ela ou o pagamento de FGTS de funcionários no caso de demissão.

Erro no cálculo de impostos

Geralmente, antes da empresa emitir uma nota fiscal eletrônica para um novo cliente, ela entra em contato com o contador para saber como preencher corretamente os campos relacionados à impostos como PIS, CONFINS, ISS etc. Errar estas informações para mais pode fazer sua empresa perder dinheiro, e para menos, sua empresa pode ser notificada pelo órgão responsável.

Além dos impostos na emissão de notas fiscais, o contador é responsável por gerar guias de pagamento e declarações periódicas para as empresas. Caso haja algum erro no cálculo, sua empresa pode ser prejudicada.

Na Agilize Contabilidade Online, todos os impostos são calculados automaticamente através de uma plataforma online. Assim, a chance de erros é praticamente nula.

Atenção às características fundamentais da Estrutura Conceitual

Por fim, e não menos importante, todo o contador deve ficar atento a Nova Estrutura Conceitual da contabilidade. O foco deve ser dado tanto nos aspectos qualitativos, como a relevância das apurações contábeis e a representação fidedigna delas, quanto nos aspectos quantitativos, atendendo a comparabilidade, a verificabilidade e a compreensibilidade.

Apesar de serem apenas uma orientação, elas devem ser seguidas, caso contrário, além de problemas na própria administração da empresa, as apresentações para o fisco também podem ser comprometidas.

Você contrata contadores de confiança na sua empresa? Conte com a Agilize Contabilidade Online! Acesse o nosso site e conheça os nossos serviços!