Como se dá a relação com uma empresa estrangeira?

Tempo de leitura: 3 minutos
Tema(s): Contabilidade, Empreendedorismo, Financeiro, Lucro Presumido, Simples Nacional

O relacionamento entre as empresas já é complicado. São inúmeras as responsabilidades fiscais do contratante e do contratado na hora de prestar contas com o fisco, fora os impostos e encargos pagos. Quando se fala em serviços para o exterior, muitos empreendedores ficam perdidos e, por não contarem com o suporte de uma contabilidade capacitada, acabam cometendo alguns erros básicos na hora de realizar suas demonstrações contábeis ou, até mesmo, planejarem seus caixas. Não é apenas o país que é diferente nessas relações, a questão tributária, por exemplo, muda, e até mesmo a forma de remuneração precisa ser discutida, já… leia mais

Continue lendo...

Saiba as diferenças entre Lucro Presumido, Lucro Real, Simples Nacional e MEI

Tempo de leitura: 4 minutos
Tema(s): Abrir empresa, Contabilidade, Lucro Presumido, Simples Nacional

Lidar com Imposto de Renda e Tributação pode ser uma dor de cabeça. Abaixo você entenderá como funciona a tributação nacional para pessoas jurídicas, suas diferenciações e em qual categoria sua empresa se encaixa. Lucro Presumido O lucro presumido é uma maneira de tributação do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro (CSSL) de pessoas jurídicas, a partir da previsão do lucro possível a ser obtido no período anterior ao recolhimento. De maneira muito simplificada, isto significa que a partir de uma previsão de quanto será o lucro, calcula-se o valor do imposto cobrado que a empresa… leia mais

Continue lendo...

Nome fantasia x Razão Social: você conhece a diferença?

Tempo de leitura: 3 minutos
Tema(s): Abrir empresa, Contabilidade, Glossário, Lucro Presumido, Simples Nacional

Algumas dúvidas podem surgir quando se está dando os primeiros passos no mundo empresarial. O processo de criação de uma pessoa jurídica apresenta vários termos que muitas vezes são novos para grande parte das pessoas. Dois deles são o “Nome Fantasia” e a “Razão Social”, e nem sempre fica claro qual é a diferença entre eles. Sabendo que os nomes que você escolher agora, acompanharão sua empresa para sempre, que tal esclarecer alguns pontos fundamentais antes de realizar o registro do seu CNPJ? Razão Social A Razão Social é seu nome jurídico, que será apresentado nos documentos formais relativos ao… leia mais

Continue lendo...

Você sabe o que é Escritório Virtual?

Tempo de leitura: 4 minutos
Tema(s): Abrir empresa, Contabilidade, Financeiro, Lucro Presumido, Simples Nacional

Se você tem dificuldades em alugar um espaço próprio, nos moldes convencionais, para sua empresa funcionar e atender bem aos clientes, talvez você devesse saber mais um pouco sobre escritórios virtuais. Afinal, eles representam uma das melhores novidades tecnológicas que o mundo moderno oferece para otimizar seu tempo e reduzir custos. Se você ainda não conhece o assunto, leia mais o que temos a lhe dizer. O que são escritórios virtuais? Escritórios virtuais correspondem a um tipo de serviço prestado para profissionais e empresas de diversos segmentos, a fim de montar uma estrutura e uma organização adequada para o bom… leia mais

Continue lendo...

Você sabe o que é retenção na fonte?

Tempo de leitura: 2 minutos
Tema(s): Contabilidade, Glossário, Lucro Presumido, Simples Nacional

A carga tributária brasileira chega a 35% do PIB, a 14ª maior do mundo. Além de alta, ela é complexa. A legislação brasileira para impostos é grande e confusa, e a contabilização deles também. É difícil não ficar perdido entre tantos termos e regras. Uma delas é o imposto de renda retido na fonte (IRF) – uma obrigação sua, empresário. Quando uma pessoa jurídica remunera outra empresa, um prestador de serviços ou um empregado, tem a obrigação de reter parte dessa remuneração para o pagamento de imposto de renda. É uma maneira de o governo garantir o recebimento desse dinheiro… leia mais

Continue lendo...

Como funciona a bitributação e emissão de notas entre cidades diferentes?

Tempo de leitura: 2 minutos
Tema(s): Contabilidade, Financeiro, Lucro Presumido, Simples Nacional

Uma situação que dá muita dor de cabeça para empresas prestadoras de serviço é descobrir para quem deve pagar o ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), quando prestam algum tipo de serviço que gere a incidência deste tributo. Este imposto, que existe há mais de 50 anos, é de competência dos Municípios e do Distrito Federal, que age aqui em sua envergadura municipal. Para quem se deve pagar? O fator que define para onde vai do pagamento do imposto devido é o local da prestação do serviço ou o lugar onde está o estabelecimento do prestador. A grande questão… leia mais

Continue lendo...