7 dicas de finanças para novos empreendedores

Tempo de leitura: 3 minutos
Tema(s): Empreendedorismo

Não são apenas uma ideia brilhante, a persistência do empreendedor e suas boas estratégias de marketing que vão garantir o êxito e a estabilidade da empresa. Para chegar ao sucesso, o homem de negócios deve estar preparado para manejar as finanças de sua atividade de forma correta e diligente. Você fica de cabelos em pé somente ao ouvir falar sobre finanças? Então, veja algumas dicas para ajudá-lo a lidar melhor com essas questões.

Separe suas finanças pessoais das finanças da empresa

Essa medida é algo básico a se fazer, a primeira e grande regra. E aprenda a controlar suas contas pessoais com exatidão e rigidez, porque quem não sabe monitorar bem os gastos particulares, dilapidando mais recursos do que recebe, não terá qualidades para gerenciar a parte financeira de uma empresa. Os recursos da sua empresa não devem ser empregados para cobrir sua pauta familiar ou pessoal de consumo, nem seu dinheiro pessoal garantir os eventuais passivos do negócio.

Não erre no fluxo de caixa

O fluxo de caixa deve ser muito bem-feito e acompanhado. Nessa ferramenta, o que deve ser lançado são as receitas obtidas, e não as vendas realizadas. Isso porque a receita corresponde à quantia efetivamente recebida pela empresa. O valor de uma venda, por exemplo, não deve ser registrado integralmente em um mês, naquelas negociações cujos pagamentos sejam em parcelas ou cotas separadas.

Acompanhe periodicamente

Nunca deixe as finanças de lado. Coloque na sua agenda o acompanhamento como uma tarefa diária ou a ser cumprida em dias e horários determinados da semana, incorporando-o na sua rotina de trabalho.

Domine os conceitos básicos das finanças

É impossível administrar as finanças de uma empresa sem conhecer, ainda que seja de modo superficial, os conceitos e as diferenças entre os termos técnicos consagrados nessa área do conhecimento. Portanto, dedique-se a estudar cada vez mais sobre o assunto.

Tenha uma reserva financeira

Não invista tudo o que foi arrecadado em novas aquisições de matérias-primas ou maquinários para a empresa, mas guarde uma reserva de recursos para serem usados em momentos de queda nas vendas, mudanças de cenário do mercado ou outras situações emergenciais.

Reduza os custos improdutivos

Todos os empresários querem reduzir custos. Mas não faça isso aleatoriamente. Pesquise muito antes de tomar decisões, tenha certeza do que vai cancelar ou livrar-se, e corte apenas aquelas despesas que sejam um real desperdício e que não forem revertidas diretamente em ganhos para você ou para os clientes.

Peça ajuda

A responsabilidade da gestão financeira é crucial para o bom andamento dos negócios. Então, não abuse da sorte: se você acredita que não possui as habilidades necessárias para entender as questões financeiras da empresa, contrate logo um profissional da área contábil, uma consultoria ou empresa especializada em gestão financeira. Afaste o risco de eventuais dívidas não consideradas a tempo ou a carência de investimento em certos setores levarem a empresa para uma situação difícil de contornar.

Se você está em conflito com as questões financeiras de seu empreendimento, já passou da hora de conhecer os planos e soluções da Agilize! Você poderá acessar uma plataforma on-line para realizar a contabilidade de sua micro ou pequena empresa, de forma ágil, transparente e confiável. Com o software, será possível emitir Notas Fiscais Eletrônicas (NFS-e), gerenciar as folhas de pagamentos dos funcionários, calcular impostos automaticamente, fazer relatórios gerenciais, e muito mais.

E você, o que está esperando para ter o seu contador na internet?