Não sabe como precificar seu serviço? Veja o que deve ser feito

Tempo de leitura: 5 minutos
Tema(s): Empreendedorismo
Saber como precificar serviço da forma adequada é um fator muito importante para garantir a sobrevivência de sua empresa no mercado. Sem isso, fica bem mais complicado manter um preço competitivo e compensar os gastos do negócio.

Embora indispensável, essa não é uma atividade simples: é preciso considerar variados elementos e realizar diversos cálculos. Quer saber mais sobre o tema e aprender a realizar essa precificação corretamente? Continue a leitura e saiba o que é preciso considerar ao fazê-la, além de outras dicas que vão facilitar essa etapa tão imprescindível para o sucesso do seu negócio!

Por que é tão importante precificar serviço corretamente?

O preço de um serviço impacta vários aspectos de uma empresa, sendo o mais evidente o fato de que será a partir desse valor que você conseguirá arcar com todos os custos do negócio e garantir um lucro satisfatório.

Mas ele também exerce um papel fundamental na captação de clientes, pois determina a acessibilidade do serviço ao seu público-alvo. Por isso, o preço também é estratégico para definir o futuro do negócio. Nesse sentido, é necessário que preencha requisitos e finalidades no momento de estabelecê-lo, como:

  • permite investir em projetos futuros;
  • entrega da satisfação ao seu cliente;
  • adaptação ao público-alvo;
  • destaca a empresa perante concorrentes;
  • prevê a possibilidade de oportunidades de descontos;
  • garante o pagamento das obrigações;
  • atrai investidores.

O que deve ser considerado na precificação de serviços?

É muito importante saber que essa precificação não é feita da mesma forma que a de produtos. Existem 4 características que influenciam especificamente na formação do preço de um serviço. Confira a seguir!

Intangibilidade

Diferente do que ocorre com uma mercadoria, não é possível tocar um serviço, o que significa que ele não pode ser avaliado facilmente por meio de métricas tangíveis, como peso, medidas, material usado etc. Por exemplo, para examinar a qualidade do trabalho de uma consultoria, é necessário analisar agilidade, atendimento, resultados obtidos pelo cliente, entre outros.

Perecibilidade

Os serviços também não podem ser devolvidos, revendidos ou armazenados uma vez que foram adquiridos pelos clientes. Os processos, recursos e sistemas necessários para a prestação do serviço são utilizados enquanto ela ocorre.

Variabilidade

A qualidade e a consistência de um serviço podem ser alteradas diante de vários fatores. Por exemplo, um assessor pode ser mais ágil ou demorado para entregar resultados dependendo do seu estado emocional. Entre outros fatores que causam variação nos serviços, estão:

  • horário;
  • conhecimento e experiência;
  • relação com o cliente;
  • carga de trabalho.

Simultaneidade

Mercadorias podem ser adquiridas para serem consumidos posteriormente pelo adquirente ou por um terceiro. Entretanto, a prestação do serviço não é separada do consumo.

Por exemplo, imagine que você trabalhe com o licenciamento de uso de programas de computador. O cliente tem o direito de uso assim que adquire a licença. Outro exemplo é o exame médico, em que produção e o consumo ocorrem simultaneamente.

É importante considerar essas 4 características ao precificar seus serviços para que evitar que eles sejam precificados da mesma forma que um produto — que é tangível, pode ser perecível, é invariável, pode ser consumido após aquisição ou até revendido — , caso contrário seus serviços poderão ter preços inadequados.

Quais são as melhores dicas para precificar com mais facilidade?

Agora que você entendeu como funciona a precificação de serviços, sua importância e objetivos, veja nos tópicos seguintes as melhores dicas para fazê-la de forma eficiente!

Faça uma pesquisa de preços

O primeiro passo é fazer uma pesquisa dos valores praticados no mercado. A partir dessas informações, você terá uma ideia de quanto seus concorrentes estão cobrando pelo(s) tipo(s) de serviço que você presta.

Contudo, o empreendedor não poderá simplesmente reproduzir o preço dos concorrentes, já que cada negócio tem suas próprias características, como custos, diferenciais, infraestrutura, entre outros.

Conheça a fundo todos os seus custos e despesas

Entender os custos da prestação do serviço é importante para que você saiba precisamente quanto gasta com ele, evitando que a empresa fique no vermelho.

Primeiro, entenda que custos são os gastos diretamente relacionados ao serviço, enquanto as despesas não têm vinculação direta com a prestação. Assim, entre os gastos que devem ser considerados, estão:

  • custo com materiais: valores gastos com a aquisição dos bens para o fornecimento do serviço. Por exemplo, um serviço de limpeza terá custos com luvas, químicos, toalhas de papel etc.;
  • custo do trabalho: remuneração pela mão de obra prestada;
  • despesas fixas: independem das vendas mensais, como aluguel e seguros;
  • despesas variáveis: mudam conforme o número de serviços prestados, como deslocamento para realização do serviço.

Entenda a tributação

A tributação costuma ser uma das maiores complicações para o desenvolvimento das empresas. Mas é possível tomar uma série de medidas para reverter essa situação. No momento da abertura da empresa, o empresário poderá escolher entre três regimes de tributação, que impactam bastante no cálculo dos impostos: o Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional.

Será necessário o apoio de contadores para escolher o mais adequado ao seu negócio. Esses profissionais também estudarão formas de reduzir a tributação de forma legal, garantirão o cumprimento da legislação e evitarão que erros fiscais sejam cometidos.

Coloque uma margem de lucro

Após calcular as despesas e custos, será preciso adicionar uma margem de lucro ao preço. Isso é importante para constituir capital reserva para contingências (imprevisibilidades), atrair investidores, expandir a empresa etc.

Na prática, a margem consiste em uma porcentagem adicionada ao preço final da comercialização.

Escolha um modelo de precificação

Há três métodos de precificar o seu serviço: por hora, fixa por tarefa e variável. Não há uma forma definitivamente melhor que a outra — é preciso analisar as características do negócio e as preferências do cliente para tomar a decisão. Entenda-os melhor:

  • por hora: baseia-se no valor da hora trabalhada, garantindo um retorno sobre o tempo real despendido na tarefa;
  • fixa: o cliente arca com uma taxa fixa pelo serviço prestado. Isso evita surpresas ao cliente, mas o prestador precisa calcular o valor de acordo com as horas necessárias para realizar o serviço;
  • variáveis: esse modelo varia de acordo com cada cliente e as peculiaridades de cada projeto. Por exemplo, o pagamento é calculado de acordo com os resultados obtidos pelo cliente.

Considere seus diferenciais

Os clientes estão dispostos a pagar mais desde que sua empresa apresente um diferencial relevante em relação aos concorrentes e que justifique o preço. Atributos como experiência, qualificação, excelência no atendimento, materiais utilizados e outros diferenciais podem tornar viável a cobrança de um preço mais alto.

Saiba negociar

Negociar preços é oferecer descontos, parcelamentos, alternativas de pagamentos e aplicar outras técnicas que tornem o cenário mais propício à compra. É preciso considerar todos os fatores anteriormente explicados durante a negociação, como custos e margem de lucro.

Quais são as consequências da precificação inadequada?

Lembre-se de que o preço do serviço deve ser equilibrado, justo e adequado ao mercado. Se ele for muito baixo, você não conseguirá manter o negócio a longo prazo. Por outro lado, seu negócio perderá atratividade se o preço for excepcionalmente elevado.

O ideal é que a precificação seja calculada com foco na rentabilidade do negócio — retorno adquirido a partir do que foi investido —, relacionando o volume de vendas com a margem de lucros aplicada.

Precificar serviço adequadamente não é nada fácil, mas aplicando as dicas deste post, você conseguirá garantir manter sua competitividade no mercado, atrair clientes e garantir o crescimento do seu negócio.

Se você tem alguma dúvida, crítica ou opinião sobre este conteúdo, deixe um comentário!

Escolha uma contabilidade movida por facilidades. Conheça a Agilize


Contabilidade completa – Cuidamos de todas as suas obrigações contábeis
Atendimento excelente – Telefone, chat ou e-mail
Tudo pela internet – Emita notas fiscais e acompanhe tudo no nosso aplicativo financeiro gratuito

Quero receber uma proposta

Sobre o Autor

Conte-nos o que achou!